Amigo (do) Urso?

Urso é condenado na Macedônia por roubo de mel
Paddy Clark
Da BBC News

O sabor de mel foi tentador demais para um urso na Macedônia, que atacou várias vezes as colméias de um apicultor.
Agora o animal tem ficha na polícia, por ter sido condenado por um tribunal por roubo e danos.

Mas o banco dos réus estava vazio no tribunal da cidade de Bitola, onde o urso foi julgado à revelia.

O caso foi levado à Justiça pelo apicultor irritado depois de um ano de tentar, em vão, proteger suas colméias.

Durante um período, ele conseguiu afugentar o animal com medidas como comprar um gerador e iluminar melhor a área de ataque ou tocar músicas folclóricas sérvias com percussão acentuada.

Mas quando o gerador ficava sem energia e a música acabava, o urso voltava e lá se ía o mel novamente.

“Ele atacou as colméias de novo”, disse o apicultor Zoran Kiseloski.

Como o animal não tinha dono e é uma espécie protegida, o tribunal ordenou ao Estado pagar uma indenização por prejuízos causados pela destruição de colméias, no valor de US$ 3,5 mil.

O urso continua à solta em algum lugar da Macedônia.

Retirado daqui: BBC BRASIL

KNUT, o filme

03/03/2008 – 12h56

Filme sobre o urso Knut estréia na Alemanha; assista à reportagem

Franka Bruns/ AP

Filme conta a história de Knut, que ficou famoso após ser rejeitado pela mãe no zôo de Berlim

Filme conta a história de Knut, que ficou famoso após ser rejeitado pela mãe no zôo de Berlim

Com fila na frente do cinema estreou neste fim-semana no Zoo Palast, em Berlim, Knut e Seus Amigos – um filme que conta a estória do filhote de urso polar rejeitado pela mãe e criado pelo tratador.

A saga de Knut, nascido há pouco mais de um ano no zoológico de Berlim, comoveu os alemães. Na época, grupos de defesa dos direitos dos animais acreditavam que ele deveria ser sacrificado ao invés de criado por seres humanos.

Knut atraiu multidões ao zoológico, que produziu vários artigos promocionais com sua imagem.
O animal virou ainda sensação na internet.
O tratador, Thomas Doerflein, também aparece no filme. Ele disse que Knut é um urso normal, mas com uma atenção concentrada nos seres humanos.

“Isso vai mudar quando ele arranjar uma parceira de sua espécie”, concluiu Doerflein.

* Para assistir ao vídeo, é necessário desativar o antipop-up e ter o Real Player instalado

URSINHO KNUT SE TORNA URSÃO…

knut2_6m.jpg
DER SPIEGEL
05/06/2007
O urso Knut celebra seis meses gloriosos♥
O urso Knut completa meio ano de idade nesta terça (5/6), após seis meses gloriosos para o zoológico de Berlim, que criou o urso polar celebridade desde que era um bebê do tamanho de um porquinho-da-índia e hoje já tem 28 quilos e muita força

David Crossland

Knut fará meio ano nesta terça-feira (5/6), mas o zoológico de Berlim não está planejando marcar a ocasião com um peixe embrulhado, apesar de o urso polar celebridade ter atraído centenas de milhares de visitantes neste ano. “Sem presentes”, disse seu tratador Thomas Dörflein ao Spiegel Online. “Ele recebe tanta comida que nem perceberia se tivesse algo especial.”

Kacper Pempel/Reuters

Por sua aparência, Knut não precisa de ração extra. Sob cuidado incansável 24 horas por dia de Dörflein, Knut, rejeitado por sua mãe ao nascer, virou um gorducho de 28 kg. Ou seja, está três vezes mais pesado do que quando fez sua primeira aparição pública para a mídia, no dia 23 de março.

Tragicamente, seu índice de fofura está declinando gradativamente. A bola branca com olhos pretos inocentes que fez derreter milhões de corações virou um fortão amarelado com um focinho longo. Ele já tem quatro dos 42 dentes que um dia o tornarão um dos predadores mais temerosos de terra firme.

“Um dia, ele será grande o suficiente para matar uma foca com uma única patada”, disse Rauimund Opitz, em uma das duas aparições diárias de Knut. Opitz disse que Knut estava ficando tão grande que o zoológico ia parar suas exibições em dois ou três meses e colocá-lo à vista constante do público em sua própria jaula.

O interesse do público por Knut continua forte, mas está caindo gradualmente. Ele recebe atualmente entre 4.000 a 5.000 visitantes por dia; em março e abril, eram dezenas de milhares que faziam fila para vê-lo quase todos os dias.

Dias de amizade contados

Ele atingirá seu tamanho pleno apenas em quatro anos, quando pesará meia tonelada ou mais, mas o veterinário do zoológico, André Schüle, estima que Dörflein só poderá brincar com o filhote por mais seis meses. Ele terá um ano então e pesará entre 60 a 80 quilos.

“Dörflein é um tratador experiente, vai saber quando não for mais necessário”, disse Schüle. “Em certa altura, Knut não vai mais querer esse contato íntimo com uma pessoa. Ele está se acostumando ao seu papel solitário.”

Os tratadores dizem que o filhote vê Dörflein como sua mãe e dificilmente o atacaria, mas admitem que não têm certeza. Na semana passada, os dois ainda pareciam melhores amigos. Knut seguia Dörflein pelo cercado como um cachorro fiel, sugava o dedão do tratador, gostava de ser puxado em um tapete e de nadar com ele no fosso em torno da jaula. “Ele está ficando maior e mais forte, e suas brincadeiras estão ficando mais duras, apesar de não ter a intenção de fazer mal”, disse Schüle.

Dörflein fez uma careta de dor e se protegeu com os braços quando Knut mordeu-o de forma brincalhona na virilha e nas costas, e passou a cobrir as mãos com as mangas da camisa. Suas calças estão rasgadas de inúmeras sessões de brincadeira com o urso.

Perguntado se sentia dor, ele disse: “Ele só está brincando. A sensação é de alfinetes espetando. Mas pode machucar, se ficar bravo.”

Cuidado dedicado

Dörflein não passa mais as noites na cama ao lado do estrado de Knut, porque o filhote está feliz dormindo sozinho agora, disse Schüle. Por meses, Dörflein deu a Knut a atenção de uma mãe amorosa, com mamadeiras de mingau, tapas nas costas para que arrotasse e óleo de bebê como substituto para a saliva oleosa da mãe.

Ele pregou fotos dos pais de Knut, Tosca e Lars, em seu estrado, construiu uma rede para ele, arriscava-se à raiva todos os dias enfiando um termômetro em seu traseiro e jogava futebol com ele pacientemente. Duas semanas atrás, o tratador o ensinou a nadar.

Apesar dessa atenção, Schüle rejeitou uma acusação do diretor do zoológico de Roterdã, que disse que Knut vai se tornar um problema porque teve contato demais com humanos.

O diretor do zoológico Blijdorp, de Roterdã, de onde o gorila Bokito escapou no mês passado e feriu um visitante antes de destruir um restaurante, disse que o zoológico de Berlim tinha criado mal o gorila e disse que tinha mimado tanto Knut que ele também se tornaria um problema.

Bokito, hoje com 180 quilos, foi criado por tratadores no zoológico de Berlim e transferido para Blijdorp há dois anos. “Bokito é como qualquer outro gorila, muito ágil e esportivo. Ele não é um problema, é apenas grande”, disse Schüle.

Bokito atravessou um fosso de 3,5 metros e uma cerca elétrica em Blijdorp. Ele também escapara brevemente de sua gaiola no zoológico de Berlim, fazendo os turistas correrem para a saída enquanto ele brincava com uma bicicleta.

Tradução: Deborah Weinberg