Entrevista de Fabio Danesi Rossi

Blogs em papel e tinta – Entrevista com Fabio Danesi Rossi – FDR
Esta foi a primeira entrevista que fiz, assim que soube que os wunderblogs iam virar livro, iam ser editados.
Sempre faço entrevistas com meus amigos, principalmente os talentosos, os que não se assustam com minha voracidade de querer saber coisas que às vezes nem eu sei direito o que é, mas eles gentilmente adivinham e fazem bonito. Às vezes, alguns, me pedem críticas, recebo originais e dou a mesmíssima atenção a todos eles. Alguns são tão maravilhosos que dispensam qualquer observação. Outros, a maior parte, não gostariam do que tenho para dizer. E outros ainda recebem de bom grado, só não sei se fazem bem, o que lhes digo. Mas adoro mesmo é entrevistar hohoho, viu, Inagaki SAN?

No caso do Fabio Danesi Rossi, o FDR, certa vez, fiz uma mini-entrevista, e a resposta dele é um dos textos mais belos que já li, e até pedi autorização dele para publicar. Vocês v(l)erão.

Quando recebi convite do Fábio (oh yesss!) para o lançamento do livro WUNDERBLOGS.COM, fiquei impossível e crivei-o de perguntas, que ele -mesmo com o trabalho que tem no Rio de Janeiro , quer dizer na Barra;-) imediatamente respondeu. Isso foi em 27 de junho.
Quando fiz o post do lançamento usei todas as informações de Fabio que considero a minha melhor fonte;-) – pois suas respostas além de informativas, esclarecedoras, são cheias de um humor que invejo e que me dá muito prazer.
Esta entrevista é portanto, a primeira, mas está cheia de revelações que fariam qualquer pessoa – mesmo não sendo Narcisa, dizer: ai, que loucuuura!

Voilà e sintam o drama. E as revelações! Pensei até em publicar mais tarde. Não sei se foi , acho que sim, idiotice da minha parte, mas é que sou a Presidente do fã-clube do FDR (como George Bernard Shaw, se assinava GBS), e os que são estarão lendo, ( a mais recente convertida foi a Magaly, minha fiel Coordenadora de Publicações do Imagens&Palavras, que não sei porque não engrena.:-((] em primeiríssima mão, as noticias quentíssimas da publicação do livro do Fabio Danesi Rossi,Todas as Festas Felizes Demais pela Editora Barracuda, no dia 11 de agosto. Iuhuuu!

A data da entrevista foi 27/28 de junho de 2004, por e-mail. Os links foram colocados posteriormente. Grande parte dela foi usada neste post.

Fabio, querido. Olhe eu já soube – estou alvoroçada 😉 -e confesso, tenho um pouquinho de medo de fazer a divulgação [do livro] lá no SubRosa.
Afinal os Wunder são wonder (nem precisam de divulgação) e ia parecer que estivesse fazendo flattery, ou coisa que o valha! Mas já me decidi: é o que farei… Por muitas razões: adoro – muito, demais da conta – o Felipe Ortiz; além disso sou tiete do melhor e mais novo contista do Brasil, um certo FDR e o Dante, que tudo! ah! e acho o Alexandre simplesmente dono de um poder genial de criação, inventividade, etc etc…não só gosto como tenho imensa admiração pelos três grandes escritores que vocês são.
O César não conta, ça va sans dire. Sem contar que leio o Ruy Goiaba desde 2001, e ele nunca -até hoje – perdeu o estilo, nem deixou a peteca cair;-) O Radamanto só descobri agora, e gostei, depois que vi o anúncio…
Então, me sinto à vontade para falar deles , certo? Mas eu queria um prêmio:
Eu queria alguma informação assim que valorize ainda mais o meu post, por exemplo falar sobre a Barracuda, pode ser?
*Ah eu acho quase com certeza que seu livro será o segundo a ser editado, certo?
*E como foi o contato com o Ivan Lessa?
*Foi através do Geneton?
*O livro tem quantas páginas?
*Tem ilustrações ou não?
*Quantos posts cada um terá publicado?
*Quem fez a escolha: cada um escolheu o que achou melhor ou os Wunder se organizaram, reuniram e julgaram..ops..
Eu bem que lhe disse que adoro fazer entrevista…
Mas se não quiser falar nada, eu, poverina di me, saberei compreender…hoho. Beijos para a Milene.

F.gifabio: Meg querida, estou a trabalho no Rio (bem, se voce considerar a Barra como Rio de Janeiro…), e tenho pouco acesso a internet. Mas vou tentar te responder rapidamente:

O Wunderblogs e’ o primeiro livro da Barracuda. O meu livro será, provavelmente, o terceiro. A noite de autografos do Wunderblogs será tambem a festa de abertura da editora. O dono (ou principal dono) é o Freddy Bilyk, que tem o blog 168horas. Ele foi diretor comercial da [ revista] Bravo! por um bom tempo.

A editora da editora se chama Isabella Marcatti, que já trabalhou na 34, onde editou livros do [ escritor Marcelo] Mirisola. É uma garota muito legal e me ajudou muito a melhorar o meu livro de contos.

O meu livro de contos, como voce sabe, se chama Todas as Festas Felizes Demais, teve a orelha escrita pelo maravilhoso Fabricio Carpinejar e deve ser lançado em agosto. Tanto a capa do meu livro quanto a capa do livro Wunderblogs foram criadas pelo Marcelo Girard.

Eu tive a idéia de chamar o Ivan Lessa para escrever o prefácio do livro do Wunderblogs. O Ruy [Goiaba, claro] conseguiu o email dele da BBC e a Isabella entrou em contato com ele. Ele foi muito legal. Ela o chamou de senhor e ele respondeu: “Quem trata de Senhor é o Mel Gibson!”. E não aceitou receber pelo prefácio. Escreveu de graça.

O livro tem cerca de 300 páginas. Cada autor ficou com 20 e poucas páginas. Os posts foram selecionados pelos proprios autores. Depois, a Isabella sugeriu cortes e inclusoes. Todo mundo “negociou” com ela, e o resultado é o que está no livro. Acho que ficou muito bom. No caso dos meus posts, me concentrei em selecionar posts mais humoristicos e deixei a parte politica um pouco de lado.

Depois escrevo mais. Pode me encher de perguntas, que será um prazer respondê-las.

Foi o que fiz:-)

Quanto tempo levou entre a idéia de fazer o livro até o livro ir para a gráfica, a prova final e ficar pronto para o lançamento?

F.gif:Não sei exatamente quanto tempo. Menos de um ano, mais de três meses.

Vocês tiveram encontros (para discutir o livro, bem entendido) ou tudo foi pela Internet?

F.gif:A gente se encontrou com o Freddy e a Isabella algumas vezes, e também trocamos emails. Tudo foi feito de forma muito profissional, mas também de forma muito agradável.

– Você acha que poderia fazer um livro de seu blog? Isto é, um livro solo, só seu?

F.gif:Meu livro solo será uma coletânea de contos, Todas as Festas Felizes Demais, e deve ser lançado em agosto. Já está pronto, ficou muito bonito. O Fabrício Carpinejar escreveu a orelha. Uma honra.

– Vocês escolheram posts engraçados, sarcásticos, mas escolheram também os sérios se é que vocês tem assomos (hohoho) de seriedade?

F.gif:Sim, o livro tem alguns posts sérios, mas a maioria é apenas divertida. O ideal seria ser ao mesmo tempo sério e engraçado, como aquele filme do Woody Allen, Crimes e Pecados.

-Ih lembrei agora da Jules, a Miss Veen;-))) É verdade que vocês vivem todos presos, rendidos e submissos aos tacões (ueba!!!) ao chicot..digo, à tirania, ou melhor dizendo, ao reinado da Miss Veen , (nao me levem a mal, mas Miss Veen…com esse nick, sendo bonita, inteligente e a única menina num bando de enlouquecidos rapagões ops. o que estou dizendo, Good Gosh, mas não lembra coisa de dominatrix? Veen;-)

F.gif:A Miss Veen é uma déspota esclarecida. Nós gostamos muito dela. Mas, por precaução, estou construindo uma guilhotina lá em casa.

: Reza a lenda que o Marcelo di Polli (é assim?) tem 3 metros de altura e por isso ele é o boss e ai de vocês que não dancem conforme a música, ou seja que tirando ele, que é muito altão, vocês todos são rostinhos e corpinhos de uma beleza ímpar, mas querem vencer pelo próprio talento. É verdade?

F.gif:O Marcelo De Polli acha o Michael Jordan nanico. É impressionante. Se ele estivesse passando na frente das Torres Gêmeas na hora do atentado, talvez a guerra no Iraque não acontecesse. Agora, eu não sou bonito não. Nem tenho talento. Minha única virtude é a modéstia, e nem ela é lá grande coisa.

: Do alto da autoridade que você agora tem, que blog fora dos wunder, vc acha que daria pé, digo, livro?

F.gif:Acho que o Caderno Mágico do Dennis D. renderia um bom livro. Aliás, já rendeu. O Filho do Hipnotizador é uma coletânea de contos publicados originalmente no blog. São todos muito bons. Há vários outros blogs que renderiam livros. Todos os blogs que gosto de ler na tela do computador eu gostaria de ler em papel.

: E por fim a última pergunta: É verdade que logo mais estaremos assistindo Wunderblogs.com , o filme? E quem vai dirigir?

F.gif:Sim, é verdade. O Peréio vai fazer o papel do De Polli e Sônia Braga será a Miss Veen. Jece Valadão foi convidado para dirigir, mas ainda não aceitou.

: Há entre os wunder quem já tenha livros editados ou prestes a ser editado. Vocês acham ou não acham, que escrever um blog dos bons não é coisa pra amadores? Que não existe essa coisa de livro é livro, blog é blog, (até é) Mas não acham que quando o escritor é bom escritor a gente conhece quando ele escreve um blog?

F.gif:Sim, concordo com você. Uma vez perguntaram pro Bernard Shaw se era difícil escrever. Ele respondeu: “Ou é fácil ou é impossível”. Não é bem verdade, mas também não é uma mentira. O que eu gosto nos blogs é que tem gente que nunca escreveu nada além de cartões de Natal e acaba criando um blog e se revelando um excelente escritor. O Radamanto é um exemplo.

: Os portugueses vivem fazendo livros de blogs.. aqui não se fez ainda, até o de vocês, o que vc acha disso?

F.gif:Bem, os portugueses estão aprendendo a jogar futebol com a gente. Vamos aprender a publicar livro de blogs com eles!

: Acham -por favor diga que não – que são coisas excludentes blog e literatura?

F.gif:Não! Você pode escrever um novo Guerra e Paz e publicar no seu blog. O fato de ser blog não tira os méritos do texto.

(Não é por estar na minha própria presença:-), mas os meus entrevistados são… vocês sabem. E o Fábio então…)

Para o Fábio e para todos os que eventualmente me lerem, e meus 13 fiéis:

1- O livro Wunderblogs.com é excelente. Não acho que possa repetir mais as razões pelas quais acho isso. E não só porque é uma coletânea de posts de blogs. Eu morreria de tristeza se não tivesse esse livro. Ri-se muito é verdade, mas como disse um amigo, como não se emocionar com a doída, pungente concisão dos belos e divertidos e “agridoces” posts de Fabio Danesi Rossi? Na maioria das vezes, pura poesia? E jamais vou ouvir ou ler as últimas palavras de Libero Badaró sem ter uma ataque:-)

2-E abstendo-me de falar nos demais, porque esta é a entrevista do Fabio, eu sem medo de parecer ridícula ou piegas, declaro que se tivesse tido um filho, interesseira e exibida que sou, queria que fosse tal e qual o Fabio.

E agora?
Postado por.Meg Guimarães link permanente para este texto 21 jul 2004 @ 00:06 | Comentários (2) | TrackBack (0)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s