Ainda sobre Monteiro Lobato e o politicamente coreto

Aqui a crônica de Vivina de Assis Viana publicada no Primeiro Programa.

E um  dos melhores comentários recebidos e a expressão pessoal de uma brilhante e voraz leitora:

Meg,

tive uma leitura pouco orientada. Com o discernimento de uma traça, fui devorando livros e livros.
Livros de adulto, livros de criança. Literatura de primeira e livros de quinta. Quadrinhos, tiras, biografias, o escambau. O critério era: é de papel? Escrito em português? Então tá valendo!
Claro que algumas coisas, lidas sem a maturidade necessária tiveram (ou terão) de ser relidas. Mas não acredito que tenha tido muitos prejuízos com isso, pelo contrário.
Meus pais me puseram em contato com livros, e eu lia sem restrições. Em caso de dúvida, perguntava aos meus pais, tios, professoras, pesquisava na enciclopédia. E, no meio dessa bagunça toda, eu li as Caçadas de Pedrinho. E muitos outros livros do Lobato. Talvez quase todos, não tenho certeza.
É claro que retratava preconceito. Um preconceito que havia, aliás. Ou será um preconceito que há, mas que fazemos de tudo para esconder? O fato é que hoje em dia, na cantiga de roda, não se atira mais o pau no gato…
Da primeira vez que ouvi essa ignomínia, fiquei indignada. Quem deu autorização pra mudar a cantiga de roda, centenária? E pode ter certeza, eu nunca maltratei nenhum bichinho por causa da cantiga. Nem conheço ninguém que o tenha feito.
O que estamos querendo de nossas crianças quando pintamos para elas um mundo fora da realidade? Estamos sendo esmagados pelo politicamente correto. Beirando a alienação coletiva.
Primeiro, protegemos as crianças da realidade. Não as ensinamos a discernir. Escondemos o que julgamos errado, e pronto: o mundo inteiro se torna um grande Backyardigans.
Depois jogamos sobre elas uma quantidade violenta de informação. O problema é que sem discernimento, não se sabe diferenciar o certo do errado.
Daí para se estar incitando a violência ou os preconceitos por meio de redes sociais,é um pulo.
As crianças que estamos criando, parece, só terão dois destinos: ou serão adultos limitados, ou serão criaturas sem limites, por não saberem a diferença entre o certo e o errado.
Porque a literatura tem de ser fácil, mastigada para eles? Porque não podem aprender a discernir? Criticar?
Convivo muito com crianças e com suas mães. A julgar pelos padrões atuais, eu deveria ser irremediavelmente traumatizada. Afinal, li o que não devia, cantei as cantigas erradas, competi, ganhei, perdi, fiquei de castigo, pulei muro, fiz bagunça, levei palmada, fiquei sozinha em casa, comi o cachorro quente que vende na esquina.
Isso sem falar que vi o Pica Pau na tv. Todos os episódios: TODOS! Deveria estar morta, ou, no mínimo, pior que a Cristiane F. (aliás, li esse livro por volta dos 12 anos).
Mas, curiosamente, me sinto muito bem… Ou seja: na dúvida, dê o livro pra criança ler. Leia com ela. E discuta. Políticas de censura são burras e inadmissíveis num país livre.
Aliás, melhor Monteiro Lobato – literatura de qualidade – do que um livro qualquer sobre vampiros vegetarianos.

Expresso aqui no Ainda podia ser pior de Marilia Jacquelyne.
Marilia é brilhante. Confira.

=-=-=-

E um link definitivo sobre Monteiro Lobato. Um conto: Negrinha.

Acachapante denúncia, gerida exposta. É ler e refletir. Mas isso parece ser muito difícil, mais fácil é censurar, olhyar sem ver. Nesta página, há uma breve exposição do que foi a vida pública e literária de Lobato

Enviado pela professora Rose Marinho Prado,  que sempre tem um olhar original, bem humorado, muitas vezes ácido e que nos traz uma compreensão poética  de seu mundo,  por intermédio de uma indiscutível maestria da escrita.

Confira o que eu digo, o pensamento de Rose Marinho Prado aqui.

E leiam também aqui., descobri só agora. Leitura em companhia (beleza de título)

Anúncios

2 respostas em “Ainda sobre Monteiro Lobato e o politicamente coreto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s