A vida é uma travessia perigosa

02 Neurônio

>>Jô Hallack >>Nina Lemos >>Raq Affonso
02neuronio@uol.com.br

Sinal vermelho para o amor

VAMOS começar do começo: mulheres nem sempre querem namorar. Não somos pessoas loucas por um macho que saem por aí querendo compromisso. Já falamos isso antes, mas vamos repetir até os homens se convencerem. Acreditaram? Sim, mas mulheres também são pessoas com o coração mole (e os homens também), então, mesmo nos momentos mais “eu quero ficar sozinha” de um ser humano, nos deparamos com sinais assustadores de que aquela pessoa… pode acender o sinal verde do nosso coração, bem naquela hora em que a gente deseja que ele continue no vermelho, no máximo no amarelo, compasso de espera, a gente ali na calçada olhando para o alto, ouvindo uma música no fone de ouvido, esperando sem muita ansiedade o sinal abrir. E, aí, aparecem os sinais perigosos, que são:
Ele gostar da sua banda-secreta, aquela que você ama, mas não assume no meio de pessoas chatas e fundamentalistas da modernidade para não ser patrulhada, tipo Kid Abelha ou Legião Urbana. Nessa hora, somos tomadas por um apego inexplicável.
Ele gostar da mesma banda vietnamita que você, aquela que só você acha que conhece no mundo. Não, não conhecemos nenhuma banda vietnamita, isso é só um exemplo.
Ele gostar do mesmo estilista que você, tipo se dizer fã do Alexandre Herchcovitch. Mas, cuidado! A realidade é que ele pode ser gay. Ou, pior, metrossexual. Não, não temos nada contra gays. Eles é que não querem namorar a gente.
Vocês terem o mesmo livro que ninguém tem, tipo um exemplar da grande obra dos anos 50 “A Moça e seus Problemas”, ou a sua versão masculina, “O Moço e seus Problemas”. Por sinal, se você tiver um, nos avise.
Ele gostar da mesma banda secreta, ter todas as músicas da banda vietnamita, adorar moletons do Alexandre Herchcovitch e ter não só um exemplar do livro “A Moça e seus Problemas, mas também “O Moço e seus Problemas”. Nesse caso, você se ferrou. Atravesse a rua. E corra o risco de ser atropelada!

Momento de histeria

O sinal não fecha nunca, por isso a vida é uma travessia perigosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s